Porque deves criar um site para o teu negócio

Porque deves criar um site para o teu negócio

Tens um negócio, ou uma marca, e não sabes se deves criar um site? Diz-me uma empresa de sucesso que não tenha site! Surgiu alguma? Pois… não.

Ter um site, ou website, é um requisito obrigatório para a presença online de qualquer marca ou negócio, e de qualquer dimensão. Não basta estar só nas redes sociais, conhece as vantagens de criares um site para o teu negócio, e que tipo de site se adequa melhor.

Vantagens de criar um site

Credibilidade

Hoje em dia passamos cada vez mais tempo na internet, estamos habituados a procurar qualquer coisa que precisamos no Google, e a tratar de tudo online. Qualquer que seja o mercado do negócio, se alguém procurar o teu produto, ou serviço, e este não estiver online, vais perdê-la para a concorrência que tem.

Para além da acessibilidade, um site com um bom design e informação bem organizada, demonstra profissionalismo, e cria confiança nos teus clientes.

Negócio aberto 24 horas por dia

Num website os clientes não correm o risco de bater com o nariz na porta. Os produtos, ou serviços, estão disponíveis 24/7, incluindo feriados.

Para lojistas, pode ser a diferença entre vender ou não, se um potencial cliente vê um produto que quer comprar, pode imediatamente fazer a compra, não precisa de se deslocar. Esse tempo que ele teria de se deslocar pode ser o suficiente para que mude de ideias.

Investimento e manutenção de baixo custo

O custo da criação profissional de um website, deve ser considerado como um investimento. Hoje em dia consegues ter um site com um valor anual bastante baixo, tendo em conta que é um serviço que vai expor a informação do teu negócio 24h por dia.

Até mesmo na manutenção, caso queiras alterar alguma informação é mais simples. Rapidamente tens a nova informação disponível. Nem se compara a alterar informação de posters ou flyers, voltar a enviar para impressão e distribuição.

No caso de uma loja, o custo de iniciar e manter uma loja virtual é consideravelmente mais baixo do que ter uma loja física.

Muitas pessoas vêem esta questão como uma desvantagem, no entanto, eu considero que é um investimento necessário, e tem uma relação custo/benefício incrível.

Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo consiste em criar conteúdo relevante para o teu público alvo. Ou seja, partilhar conteúdos que respondam a algumas dores do teu público, dicas, tutoriais, ou até mesmo entretenimento, sempre relacionado com a área em que atuas. Esta partilha vai gerar visualizações e criar confiança e lealdade na tua audiência.

Para além de conquistares o teu público, a produção de conteúdo deve ser estruturada e optimizada de forma estratégica, para que o Google indexe o teu site na primeira página.

Mas atenção, esta vantagem está no top, mas esta presença de autoridade, quer no teu público, quer no Google, não acontece de um dia para o outro. Tem de ser trabalhada, e tem de ser mantida ao longo do tempo. É como uma relação, temos de a ir nutrindo para que ela não desapareça.

Marketing de conteúdo é o melhor exemplo de Good Karma que pode existir.

Paulo Faustino – Especialista em Marketing Digital

Total controlo

É aqui que percebemos a grande vantagem em não estar apenas presente nas redes sociais, um site não está dependente de algoritmos. O alcance orgânico nas redes sociais hoje em dia é muito difícil. Se alguma das redes sociais bloquear ou excluir a tua página (sim pode acontecer), ficas sem a informação. Já para não falar que as redes sociais são uma distração, até podes ter um post com um conteúdo super interessante, mas se em baixo tens um vídeo de gatinho bebé, já foste.

Percebes? Quem visita o site da tua marca, vê a informação que queres passar, e como queres passar, sem distrações.

Análise de métricas

Ao criares um website para o teu negócio podes conhecer melhor o teu público.

Com ferramentas como o Google Analitics, consegues analisar a origem dos visitantes do teu site, em que páginas navegaram, quanto tempo permaneceram, onde clicaram, etc. Esta informação é importante para que possas perceber o que está a funcionar, ou não, e ajustar a estratégia da tua presença online.



Desvantagens de criar um site

Tempo

Como em tudo, é preciso tempo para criar e manter um site.

Na criação, ainda que deva ser deixada a um profissional, tens de despender de algum tempo para pensar, e criar, as informações queres ter presente no site.

Posteriormente, como já dito, é necessário que o site seja alimentado com um conteúdo relevante.

A questão do tempo pode ser solucionada através da contratação de serviços:

  • copywriting para a produção de conteúdos
  • Manutenção e análise mensal de sites
  • SEO para potenciar o posicionamento nos motores de busca

Segurança

É necessário que exista um mecanismo de segurança, que pode ser adquirido com a compra do alojamento, pois há sempre um risco do site ser hackeado. A segurança do site, deve ser revista anualmente, no mínimo.


O que um site deve ter

Um bom site deve cumprir alguns requisitos mínimos:

  • Optimização para indexação no Google, através de estratégias SEO.
  • Adaptado ao mobile. Cada vez mais utilizamos os telemóveis para navegar na internet, e o design de uma página deve ser adaptado para que seja de fácil leitura em mobile.
  • Design clean e intuitivo. Um bom site deve ter a informação estruturada, um design intuitivo e sem ruído. Queremos que o visitante do teu site tenha uma agradável navegação, e que encontre facilmente informação que o vai ajudar.

Tipos de sites que podes criar

Existem diferentes tipos de sites, que que se adequam a diferentes necessidades de negócio. Entende quais são:

Institucional

Este tipo de site é o mais utilizado. É um cartão de visita online, constituído por várias páginas sobre o teu negócio. Páginas com informação sobre os produtos ou serviços, contactos, história da empresa, entre outras.

Loja online

Loja online, ou eCommerce, despensa apresentações. É um sítio online, onde é possível comprar e vender produtos ou infoprodutos.

Comparado com uma loja física, representa custos muito menores. No entanto, apresenta uma complexidade acrescida comparativamente ao site institucional, pois precisa de atualizações mais frequentes, nos produtos, preços, meios de pagamento, envios e condições de entrega.

Blog

Podem existir sites apenas como blogs, ou então pode ser um adicional a um site institucional, ou até a uma loja online. É cada vez mais recomendável que qualquer que seja a área de negócio tenha uma secção de artigos, ou blog. É através do blog que podemos partilhar, frequentemente, conteúdo relevante à audiência, o que irá aumentar o tráfego e fidelizar clientes.

One page

One page, ou site de uma página, é mesmo isso, o conteúdo está presente em apenas uma página e a navegação é feita à medida que fazemos scroll down. Pode ter um menu, mas que vai posicionar na secção correspondente da página. São sites mais simples e intuitivos, de rápida navegação. Estes sites não têm blog.

Que tipo de site se adapta ao teu negocio?

Não há uma receita mágica para criar um site para cada negócio. Depende muito do que pretendes com a tua presença online, dos hábitos que a tua audiência tem, e também do tempo e esforço que queres ter.

Tens de avaliar que recursos e que informação queres ter no teu site. Percebe se tens tempo para criar artigos para um blog, por exemplo.

Também tens de analisar os hábitos do teu público-alvo, se por exemplo, tens uma loja física mas sabes que o teu público tem por hábito comprar online, deves apostar num eCommerce. Outro exemplo, para conteúdo de blog pode não ser um artigo escrito, se o teu público consome muitos vídeos podes criar conteúdo nesse formato.

Se tens dúvidas em perceber os hábitos da tua audiência, ou não sabes que tipo de site criar, posso ajudar-te. Entra em contacto e vamos criar o melhor site para o teu negócio.


Queres criar um site profissional para o teu negócio?


Conclusão

Já deu para perceber as enormes vantagens de criar um site para o teu negócio ou marca.

No entanto não é algo rápido, nem é algo que deva ser criado sem dar muita importância. Por isso deves procurar serviços profissionais para criar o teu site, para te aconselhar sobre a tua presença online, e como potenciar esta vantagem no mercado online.

Se ainda assim, ficaram algumas questões por esclarecer, entra em contacto.

Referências

  1. “Marketing de conteúdo – O que é e como fazer?” – Paulo Faustino [link]

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *